ISTO. – A new Portuguese menswear brand



ISTO. is a portuguese menswear brand, born in 2017. ISTO means ‘this’ in Portuguese and stands for Independent, Superb, Transparent, Organic. The brand was founded by three young men who enjoy dressing well and all sorts of brands, sizes, shapes and colors but were tired of the growing disparity in quality and price. So, out of pure disenchantment, they created their own clothes with an urge to find out if they could dress better and spend less. ISTO. is not only a way of letting you know that premium menswear can be awesome and affordable. It is also a platform for communication, with its own digital magazine (print coming soon!) and a few other cool things they’re planning.

Stay tuned and shop your own at isto.pt.

Afinal, o que é ISTO.? Em 2017 nasceu uma nova marca de roupa de homem, made in Portugal. Pedro Gaspar, Pedro Palha e Vasco Mendonça estão por trás d’ISTO., uma marca que aposta claramente em quality over quantity. Cansados da crescente disparidade entre qualidade e preço, pensaram em criar uma marca para chegar aos consumidores com uma resposta prática, acessível e premium. Por isso, começaram a trabalhar com os melhores fornecedores e fabricantes têxteis em Portugal, mas pensam primordialmente na expansão internacional.


ISTO. é acrónimo de Independent, Superb, Transparent, Organic. É por isso que todos os materiais utilizados são 100% orgânicos e da melhor qualidade possível. A loja online oferece uma explicação acerca da confecção e origem de cada produto lançado e o custo de produção de cada peça é detalhado, sendo a total transparência com o consumidor uma das bandeiras da marca.

Os dois primeiros lançamentos foram uma Oxford Shirt e uma T-Shirt clássica. No outono, juntou-se também à família uma camisa de flanela, a pensar nos dias mais frios.



Falei com um dos sócios, o Pedro Palha, para saber mais algumas curiosidades sobre esta marca, que chegou para ficar.


Porquê Portugal? O que vos levou a estabelecer a vossa marca aqui? Sentimos que era altura de começar este negócio em Portugal, não só por termos nascido e vivermos em Lisboa, mas porque temos no norte do país uma das melhores indústrias têxteis do mundo. Não fazia sentido as melhores marcas mundiais virem cá produzir e Portugal não ter uma marca competitiva e conhecida pela sua qualidade.

Lisboa inspira-vos de alguma maneira na criação das vossas peças?

Sem dúvida. A luz, as cores; são sem dúvida uma inspiração. Aliás, estamos prestes a lançar um produto e um lookbook inteiramente inspirado por Lisboa. E esperemos que isso aconteça sempre. Adoramos a nossa cidade.

Quem é que desenha as peças? As nossas peças não são desenhadas por nenhum designer. São o resultado final de protótipos e iterações feitas directamente com o departamento de modelagem de cada fábrica. Estes têm anos de experiência e são quem conhece melhor cada particularidade de cada peça.

Conseguem acompanhar todo o processo de produção? A nossa ideia sempre foi essa desde o início e estamos a conseguir. O algodão orgânico não vem de Portugal (Turquia) mas sabemos quem é o fornecedor. Em Portugal, trabalhamos directamente com a fábrica que trabalha o fio e o tecido e, mais tarde, contactamos directamente com a fábrica de confecção. Para completar o nosso lema "No Middlemen / Sem intermediários", as peças chegam ao nosso armazém onde fazemos um controlo de produção e, mais tarde, são entregues directamente ao cliente final.

Também têm uma magazine no site. De que forma é que está relacionada com a marca e o que podemos esperar encontrar neste espaço? A Magazine começou por ser uma forma de contarmos e mostrarmos pessoas que partilham os mesmos valores e ideais que nós; pessoas reais, com profissões reais, no seu habitat natural. Gostamos muito desta ideia de simplicidade. Daí também termos ido para everyday essentials. Temos mais 4 entrevistas a saírem nos próximos dois meses. E uma versão print para sair ainda este trimestre. Vamos ver como corre.

Queres partilhar connosco alguns dos teus sítios preferidos ou que recomendarias em Lisboa para ir jantar, beber um copo e passear? Confesso que adoro comer bem e perco uma boa parte do meu dia a pensar nisso. Se tivesse de recomendar diria Tasquinha do Lagarto, Ramiro e Solar dos Nunes. Um bom passeio pela Gulbenkian e Ribeira das Naus. E uma pint no The Couch.

Sendo, no vosso caso, a transparência (e não o segredo) a alma do negócio, podem desvendar alguma coisa do que aí vem? Acho que sim. A primeira grande novidade é que um segundo sócio (Pedro Gaspar) se juntou a full time a partir de 1 de Fevereiro. Era absolutamente crucial ele juntar-se pois é o nosso criativo e director de arte. Temos previsto o alargamento do número de peças e cores nos próximos dois anos, de forma a conseguirmos completar o guarda-roupa masculino. Estamos em fase de prototipagem.

Obrigada Pedro e continuação de muito sucesso!

Text by Francisca Soares

Pictures by ISTO.


Contact us

info@tasteofportugal.eu

+41 79 254 60 84

© 2019 Taste of Portugal